livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

DUAS LOIRAS

Pensamentos boêmios.


Duas loiras,
Cerveja, um bar,
Uma porta ao perto.
        Perto da esperança
        Ou de um sentido de vida,
        Que qualquer que seja,
         Pra que ser?
Um cigarro queima
O tempo que passa
No olhar dos que passam.
        E, o que vale tudo se a solidão
         É um lamento?
Busco a vida
Na vida
De quem não sei.

1991
Esta poesia faz parte do livro DP de 58 a 92

 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br