livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

RODA VIVA

A que estamos aqui?

O ocaso no caso
Pensa que pensa,
Repete o repetido.
	Inventa formas novas,
	Não é volta, é revolta
	De não ter volta.
Enquanto na busca
Novo alento acha,
Satisfeito se satisfaz.
	Aprende sem mesmo saber
	Que depende
	De quem já pende no passado.
E, a roda, gira, gira.
	E aquilo que foi sabido,
	Cada vez mais ido.
Não tem sentido,
É descabido.

1987
Esta poesia faz parte do livro DP de 58 a 92
 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br