livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

NÃO SEI...

Devaneio dos bons.

Não sei porque
Sei não,
Sei lá!
	Deixe pra depois
	Hoje tem lua cheia.
Meu horizonte alargou
No chão prateado.
	Me tirou do sério
	Tuas curvas ferindo o luar.
Sei lá,
Não sei.

1991
Esta poesia faz parte do livro DP de 58 a 92
 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br