livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

POR QUE?

Pensar na vida cansa e não se chega a nada.

Por que?
Por que todos perguntam
O que faço?
E, por que faço?
Por que?
	Por que não perguntam
	O que não faço?
	Por que não perguntam
	O que não tenho nem coragem de sonhar?
Não perguntam
Porque não há resposta.
	Queria tanto questionar
	Os sonhos alheios
	E comparar com os meus.
Haveria mundo
Para tantos devaneios?
Amém

1991
Esta poesia faz parte do livro DP de 58 a 92
 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br