livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

O PRIMEIRO AMOR

O primeiro amor, não se esquece,
porque não deu certo.



Ah! O primeiro amor,
Ela era pequena, uma pequena rosa,
Um botão querendo desabrochar .
Seu corpo de menina moça
Seu rosto lindo.
Sua voz emanava meiguice.
Eu estava encantado.
E, então, não sei porque meteu-me o pé nos fundilhos.
(Por que, Ber?...)
Hoje moço, não desejo revê-la.
Não é mágoa não,
É só, pra não perder o encanto.

2002

 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br