livro
 
poesias
     + poesias
 
contos
     + contos
 
frases
 
diversos
     + diversos
 

TEMPO, EU, VOCÊ

Romantismo?


A tarde cai, o tempo passa.
Tempo que me agita,
passa por mim, sinto-o.
Não me percebe, e a ninguém.
É o teatro da vida
dia a dia,
um ato, outro ato. Monótono.
Salvo eu destes atos, os pensamentos e recordações sem fim.
Passam nuvens de pensamentos,
iguais às que no céu também vagam:
escuras,
tristes,
sombrias. Fim do dia, hora da saudade.
Ansiedade duvidosa,
futuro corroído pelo tempo.
E, as nuvens passam mais escuras,
mas, há sempre um claro por entre elas.
Um raio de luz que desperta.
Alegra-me, lá no íntimo.
Nuvens, pensamentos.
raios de luz, saudades.
Os raios sumiram, o dia findou-se.
Resta a esperança de vê-los novamente,
para iluminarem meus anseios.
Sabe, e eu, penso em você.
Vejo então
um claro que conforta e encoraja
a enfrentar a dúvida,
de que amanhã verei os olhos
que lançam raios,
em minhas tardes sombrias.

 

página inicial | biografia | obras | escritos | contato
© Todos os direitos reservados | depas@depas.com.br